sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

À R.

Isto é para ti R., para ti e para o teu tão maravilhoso Midsummer Night Dream. É dedicado à tua tão grande capacidade para escrever, à força e coragem que sei que tens dentro de ti - e que, neste momento, estão apenas um pouco entorpecidas.


Por vezes, pensamos que estamos no mais recôndito canto do mundo, onde ninguém nos vê.... às vezes - muito poucas vezes -, tal é verdade, mas, na maior parte das vezes, isso não acontece. Mas ninguém vem ter connosco, mesmo vendo-nos assim? Pois, esse é o problema. As pessoas, hoje em dia, tendem a dizer para elas que os outros não sofrem tal e qual elas - e, até certo ponto, é verdade, uma vez que as coisas nos afectam de diferentes modos -, mas, infelizmente, todos sofremos. Há ainda outras pessoas que dizem para consigo mesmas "Ela tem que ultrapassar isto sozinha, para crescer. Senão, qualquer dia, por coisa nenhuma, vai ficar especada a chorar", o que até tem uma parte de vero, mas também muito de falso: porque, provavelmente, esse sofrimento/medo que vives agora jamais o viveste, e, pela sua tão grande intensidade, só com "bases" é que o conseguirias ultrapassar. Essas "bases" podem vir de uma introspecção, onde descobres um modo para ultrapassar isto - focando as atenções para outras coisas costuma ser o mais usual - ou da ajuda de uma outra pessoa. Bastam "pequenos gestos", para ajudar o outro, para dar ao outro a força que necessita.
Gostava de te poder ajudar, de poder ir ao teu cantinho e dizer "Não chores, está tudo bem. Tu ainda és tu, e estás aqui, hoje. esquece o ontem, esquece o amanhã. O que importa é o hoje. O que importa és tu. E tu mesma. Que já não és como eras é só impressão tua, a dor tem dessas coisas.... faz-nos sentir que somos tudo menos o que realmente somos. E sei que vais ultrapassar isto."


Photobucket , isto é para ti.
Fica bem.


Da.: Photobucket
(ou S.R.G.S.)

1 fantasias:

R. disse...

Ás vezes estar só ajuda em muito, obrigada pelas palavras :)