sábado, 14 de fevereiro de 2009

Sabes que és de Básica quando

  1. Lanças olhares tenebrosos ao que fizer trocadilhos de Básica com básico ("Básica é um curso básico").
  2. Tentas excluir ao máximo palavras do campo lexical de "base".
  3. Repetes umas mil vezes que o teu curso não é o mesmo que Ensino básico, mas sim uma licenciatura que visa servir a Educação Não Formal, tendo como Mestrados os de Educação de Infância, 1º Ciclo de PEB, 1º e 2º ciclos Ensino Básico (e quiçá Ed. Infância mais 1º Ciclo), mas as pessoas teimam em dizer que és de Ensino Básico.
  4. Usas apontamentos de 1º ciclo, Infância e Matemática e Ciências, simultaneamente, para conseguires estudar 2/3 da matéria que deste num semestre, que eles deram num ano.
  5. Passas um dia inteiro só com um queque (se tanto) na barriga, porque têm que trabalhar non-stop e, quando olham para o relógio, a hora do almoço e a dos lanches já passou há muito.
  6. Lembras-te das datas como "o dia da frequência tal", "da entrega do relatório/portfolio/projecto tal" ou "a semana de entrega(s)/frequência(s) (de tal)" ou "a semana de reposição da disciplina tal", "semana da nota de taltal".
  7. Descobres que quase todos os teus trabalhos possuem uma parte teórica, que começas a denominar de relatório, que raramente é lida pelos docentes.
  8. Substituis as palavras professor por docente, tempo livre por tempo para trabalhar, alunos por discentes, putos/miúdos/crianças por educandos.
  9. No dia anterior à entrega dos relatórios, os professores mudam tudo o que este tem que conter.
  10. Começas a tratar o teu projecto por "tu", devido ao tempo nele dispendido.
  11. As horas programadas para fazer algo nunca chegam para tal objectivo, mas o trabalho fica sempre feito.
  12. Na apresentação dos trabalhos, lembras-te de algo que poderia ser melhorado e de outras propostas.
  13. No último momento, reparas que há um pequeno erro ortográfico ou estético nos cartões e etiquetas/relatório/portfolio/projecto.
  14. Já não te lembras de não estudares nem trabalhares.
  15. Estimas um limite mínimo de 15€ para imprimires cada relatório.
  16. Sabes os preços das fotocópias e encadernações nos locais circundantes.
  17. Em vez de dormires oito horas na cama, dormes 2 horas durante as aulas e duas na cama.
  18. Sabes dum monte de coisas que aprendemos mal, desde o jardim-de-infância ou o 1º ciclo.
  19. Sabes o porquê de se cometerem certos erros e qual a forma acertada, mas chegas aos momentos de avaliação e aplicas tudo ao contrário, porque andaste a acumular horas de sono, devido àqueles projectos de há três semanas, da semana anterior e de ontem.
  20. Sabes que a tua licenciatura para pouco mais do que Educador Social dá.
  21. O plaffon para cada projecto - parte didáctico-pedogógico-prática - passa a ser superior a 12€ por cada um dos elementos do grupo.
  22. Aprendes coisas de Matemática que nem em Engenharia dão.
  23. Reaprendes a fazer contas de dividir e outras coisas que pensas serem elementares e não o são, ao saber o que realmente estás a fazer (e há muita coisa escondida).
  24. Olhas à tua volta e a percentagem de homens é inferior a 10%.
  25. Sabes os mails e os números dos cacifos dos professores.
  26. Passas mais tempo na ESE ou no Campus que em casa.
  27. As funcionárias da biblioteca já te conhecem pelo nome e te perguntam sobre que tema estás à procura.
  28. Já sabes as prateleiras onde estão livros de certos temas.
  29. O único tempo livre que tens é gasto em quatro a seis horas semanais de ensaios ou outra actividade.
  30. Sabes o que é dormir descansado, mas já não o fazes desde que o primeiro mês do semestre passou.
  31. Dormes oito horas seguidas? Provavelmente, nós não.
  32. Acabas de fazer um projecto e o seu relatório. Olhas pela janelas, respiras fundo. Alguém do teu grupo diz: só falta mais um portefólio/relatório e não-sei-quantas frequências.
  33. Tens um trabalho pronto na semana anterior? Na noite anterior à entrega, alguém decide acrescentar algo no trabalho e todos ficam acordados até às tantas.
  34. Olhas para os trabalhos e ficas com a sensação que faltam lá sempre pequenos pormenores, por muitas semanas e horas que tenhas dispendido nele.
  35. Identificas-te com o que disse.

2 fantasias:

Uma Sonhadora disse...

DEve ser mesmo complicado :S

Beijinhos

Inês Brito disse...

Tenho uma amiga minha que acabou o mesmo curso há uns 3 anitos atrás.

Obrigado pela visita ;)

Bj,
(i)